• VAMOS FALAR DE SMOKING
    Há 3 Meses - POR ANA FRANCO


    Vamos falar de smoking, sim, que em inglês quer dizer fumaça, isso mesmo. Então, porque uma peça de roupa tão elegante recebe esse nome?

    Pois bem, pasmem, os smoking foi criado justamente para proteger da fumaça.

    Deixa explicar. Por volta de 1850, o periódico londrino Gentleman's Magazine apresentou um casaco, cujo tecido seria ideal para quem gosta de fumar.
    A peça mais parecia um robe de chambre, muito usado pelos cavalheiros da época, confeccionado em veludo, caxemira, plush ou flanela.
    Seu revestimento era de um tecido brilhante, estampado e com botões grandes.

    Os ingleses logo adotaram essa moda, mas foi o Principe de Gales, Edward VII que popularizou o traje. Ele mandou confeccionar um modelo de seda azul, que costumava usar nas refeições, e isso marcou o inicio de uma nova moda entre os nobres, que passaram a usar o traje também durante as refeições.

    Algum tempo depois, James Potter, aristocrata americano ficou encantado ao encontrar com Edward VII e vê-lo usando um smoking. Pediu imediatamente para fazer um para ele também, o que fez com que a moda da nova peça cruzasse os oceanos e fosse parar no Tuxedo Park Club, um clube de elite de NY.

    Os americanos, loucos por novidade, logo adotaram a ideia e copiaram. Foi assim que o smoking acabou ficando famoso em terras americanas como Tuxedo, nome que é usado até os dias de hoje.

    O smoking ou tuxedo sofreria várias alterações até ficar com a estrutura parecida com a de um blazes, mas as lapelas maiores de cetim, normalmente e se transformou em um dos mais elegantes trajes masculinos, não mais usado apenas para quem vai fumar (fora de moda hoje em dia), mas para ser usado em ocasiões muito formais, onde o dress code é traje a rigor.


     

    Post Relacionados

    AFTERNOON TEA OU HIGH TEA?

    TRADIÇÃO DE SERVIR BOLO






Mais vistos

HISTORIA DA ETIQUETA
há 2 anos
QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos