• FRANQUIAS
    Há 2 Anos - POR ANA FRANCO


    Uma das modalidades de negócio que apresenta maior crescimento, sem dúvida alguma é o sistema de franquia.
    Regulamentada pela Lei 8.955/94 de 15 de dezembro de 1994, que dispõe sobre o contrato de franquia empresarial, franchising.
    De acordo com a lei, franquia empresarial é o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente,
    associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente,
    também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos
    ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.

    Existem vários tipos de franquias, as mais comuns são a franquia individual; franquia shop in shop; mini franquias e a franquia de conversão. *
    Na franquia individual a unidade franqueada traz em sua implantação todo o conceito de negócio projetado.
    Na franquia individual não é permitido instalar e operar outra modalidade de negócio.

    A franquia shop in shop é uma modalidade que permite ao empresário levar para o interior de sua loja uma mini franquia,
    que pode ser um quiosque ou mini loja, com o objetivo de comercializar produtos e/ou serviços específicos
    e que tenham algo a ver com o negócio principal.

    As mini franquias são pequenas unidades criadas para serem instaladas dentro de outras lojas como magazines,
    supermercados, lojas de conveniência, shoppings e hotéis. Sempre precisam de uma loja que se responsabilize pela produção
    e pelo abastecimento.
    Nas franquias de conversão o empresário converte sua unidade independente em uma unidade franqueada
    e tem que se ajustar às normas e padrões da franquia escolhida.
     
    O Franchising já atingiu um elevado grau de maturidade no país. As redes em sua maioria estão bem estruturadas
    e oferecem ajuda inestimável aos empreendedores. Contudo esse “negocio da china” tem algumas armadilhas que podem
    se tornar um pesadelo com prejuízos significativos. Dessa forma se a opção de negocio for uma franquia
    é importante conhecer o franqueador, sua idoneidade, ler com muita atenção a “circular de oferta de franquia”,
    conhecer a marca e conversar com outros franqueados.
    Não esquecer que o franqueador é um vendedor em potencial e certamente vai colocar em evidência as vantagens da franquia
    seduzindo o futuro franqueado com uma loja de visual elegante, bons produtos e venda garantida o ano todo.
    Apesar de todas essas precauções, o negocio não funciona sozinho, o franqueado tem que estar preparado para dar o seu “sangue”,
    gostar de trabalhar em equipe e cumprir um monte de “regrinhas” para que seu empreendimento tenha sucesso

    Para mais informações procure a ABF - Associação Brasileira de Franchising, que poderá informar se a franquia escolhida
    tem problemas éticos ou se existem representações de franqueados contra ela.
    Como todo negocio a franquia tem riscos, mas ainda é uma ótima oportunidade de realizar o seu “sonho”.


    *guiadofranchising.com.br

     

    Post Relacionados

    MENINO TEM FESTA DE 15 ANOS SIM!

    COMO COMEÇOU O CIRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ






Mais vistos

HISTORIA DA ETIQUETA
há 2 anos
QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos