• GAFES SOCIAIS
    Há 2 Anos - POR ANA FRANCO


    Existem pessoas que só de ouvir a palavra “gafe” tremem nas pernas e lembram daquela situação horrorosa, aquele verdadeiro mico que pagaram.

    Certamente ninguém está livre de um dar um fora. E, se acontecer, peça desculpas, esqueça o assunto.
    Chamar atenção para o fato, ficar tentando se desculpar repetidamente, só aumentarão seu constrangimento.

    Se seu dia a dia é cheio de visitas e reuniões, cuide de sua apresentação pessoal, use roupas discretas, maquilagem leve, unhas limpas.

    Cumprimente as pessoas naturalmente, e se não fizer idéia do nome da pessoa não entre em pânico.
    Gentilmente diga que não lembra do nome dela.

    Evite perguntar sobre marido ou esposa. Nunca se sabe a quantas anda a relação matrimonial. No máximo um “como vai a família”.

    Se passou da conta na bebida em uma festa e não sabe se deu vexame ou não, aja como se nada tivesse acontecido.
    Lembre de que insistir em um assunto só o piora e aumenta. Tenha cuidado para não deixar que isso aconteça novamente.

    O trânsito nas grandes cidades, em geral, é um caos. Se você levou uma fechada, xingou o outro motorista
    e depois descobriu que sua reunião era justamente com ele, comente o assunto da forma mais natural possível e mantendo o bom humor.
    Vocês certamente vão rir juntos da situação.

    Você foi convidada para um jantar à francesa e não sabe como usar tantos talheres e copos, não se desespere.
    Observe discretamente seus vizinhos de mesa e aguarde que os garçons servirão as bebidas na hora certa.

    Evite assuntos desagradáveis, humor negro, piadas de mau gosto.
    Também procure evitar conversa sobre assuntos ligados à profissão, política e doenças. Exercite seu bom humor e use o bom senso, sempre.    

     

     

    Post Relacionados

    AFTERNOON TEA OU HIGH TEA?

    TRADIÇÃO DE SERVIR BOLO






Mais vistos

HISTORIA DA ETIQUETA
há 2 anos
QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos