• QUANDO ALGO FOGE AO SEU CONTROLE ANTES DO CASAMENTO
    Há 5 Meses - POR ANA FRANCO



    Você passa mais de um ano planejando o grande dia do seu casamento. Faz planos, faz um check list com todos os pequenos detalhes para que nada dê errado, mas, infelizmente há coisas que fogem a seu controle.
    A boa noticia é que dá para sobreviver a grande maioria dos transtornos que podem tirar o chão da noiva.

    Por exemplo, convites distribuidos com o local da festa, que na última hora terá que ser transferida por algum motivo de força maior. E aí você faz o que? Lance mão da tecnologia e avise da mudança por e-mail, redes sociais, vale até telefonar mesmo e peça aos padrinhos e madrinhas que ajudem o casal, comunicando a outros convidados.
    Vale também deixar alguem na porta do antigo endereço indicando o novo local.

    Imagina se, na véspera do grande dia o vestido da noiva rasgou na última prova, ou seu cachorrinho de estimação fez o favor de acabar com ele? Se não for possivel consertar a unica alternativa é correr a uma loja de alguel de vestido e providenciar
    outro. Tudo bem, não vai ser exatamente o vestido com o qual sonhou, mas você vai cancelar tudo por causa disso?

    Pode acontecer de o noivo perder as alianças, ou esquecer em casa. Solução fácil, pega emprestado dos pais, irmãos ou dos padrinhos e pronto. Depois da cerimonia devolve ao dono original e fica tudo certo.

    Já vi acontecer, a mãe da noiva com o mesmo vestido que uma das madrinhas. Solução? desloca a madrinha para a última posição do cortejo, não tem outra solução.

    Se um dos padrinho adoeceu de última hora e não tem condições fisicas de comparecer, o melhor é usar de toda a honestidade e convidar um amigo ou parente bem próximo que vai entender a situação e ajudar.

    Você convidou mais pessoas, acreditando na regra de que 10 a 15% dos convidados não ira. Mas ai foram todos e não tem lugar, nem bebida e nem comida para todos. Não desespere, bebida você despacha alguem para comprar mais, a comida você conversa com o buffet e verifica o que dá para fazer, pelo menos um prato de massa com molho eles conseguem. E o jeito vai ser colocar mais cadeiras em cada mesa para que todos possam sentar. Em caso extremo, peça ajuda aos familiares e disponibilize lugares na mesa das familias.

    É a lei natural da vida, pessoas adoecem e morrem, e vai fazer o quê? Se for pai, mãe, irmão, avó ou avô, o melhor mesmo é cancelar tudo e negociar o prejuizo.
    Mas se for um parente não tão próximo, em respeito você cancela a festa mas mantem a cerimonia, comunicando antes aos convidados.

    E pode acontecer dos noivos desistirem do casamento antes mesmo de chegar ao altar. Não tem jeito, cancele tudo e devolva os presentes.

     

     

     

     

     

    Post Relacionados

    COROA, TIARA OU DIADEMA?

    AGRADECIMENTOS DOS PRESENTES DE CASAMENTO






Mais vistos

HISTORIA DA ETIQUETA
há 2 anos
QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos