• AVÓS E AVÔS
    Há 1 Ano - POR ANA FRANCO



    Quem tem ou teve a felicidade de conviver com os avós vai entender muito bem do que estou falando. Não há relação no mundo que se compare a essa de avós e netos. Eles parecem ter todo o tempo do mundo para te ouvir, muito embora saibamos que seu tempo, infelizmente, já não é tão grande assim.

    Então, se você quer curtir um pouco mais seus avós, para um tempo para ficar com eles, saber sobre eles, escutar o que eles tem a lhe dizer. Valorize seus conselhos e a experiência deles, por mais que eles não sejam tão conectados, não entendam de redes sociais.

    Passe um tempo verdadeiro com els, sem olhar para o relógio ou celular.

    Incentive seus talentos, sejam eles na cozinha, na dança, na música, isso faz um bem enorme para eles, se sentem úteis, necessários.

    Aposto que sua avó vai ficar feliz em pregar o botão da sua camisa ou consertar uma bainha.

    Visite seus avós sem data marcada como aniversários e festas familiares, almoçe com eles, ou vá tomar um café no final da tarde, ou leve para um passeio, um lanche, incentive que eles aprendam alguma coisa, nunca é tarde, ou que frequentem grupos de idosos.

    Por mais que eles não aceitem de imediato, com calma você vai conversando e mostrando como seria interessante para eles.

    Respeite seus espaços e suas pequenas manias. Se ele ou ela gosta de determinada cadeira, deixe claro que aquele móvel estará sempre disponivel.
    Aceite suas teimosias, tente compreender e respeitar, a não ser que vá prejudica-lo de alguma forma. Aí precisa argumentar mesmo.

    Por mais ativos que eles sejam, há limites, de locomoção, de disposição. Se seus avós preferem ficar quietinhos no canto deles de vez em quando, respeite, mas fique atento a sinais de depressão.

     

    Post Relacionados

    COMO COMEÇOU O CIRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ

    VISITAS COM CRIANÇAS






Mais vistos

HISTORIA DA ETIQUETA
há 2 anos
QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos