• MODA VERSUS COPIAS
    Há 3 Anos - POR ANA FRANCO



         
    Certo estava Abelardo Barbosa, nosso Chacrinha, nada se cria tudo se copia.
    Na moda então essa afirmação é mais do que certa. Com a velocidade com que as informações são repassadas hoje em dia, mal o estilista lançou sua coleção e já aparecem as cópias.
    Esse fenômeno acontece não apenas nas bolsas e calçados, mas também nas roupas. Os grandes varejos trabalham com pequenos fabricantes e mal as coleções são lançadas e lá se produzem milhares de peças que, quando não são exatamente iguais, mudam apenas um pequeno detalhe.
    O mercado é então abastecido com peças no mínimo trinta por cento mais baratas, comercializadas em grandes lojas que transmitem confiança ao consumidor.
    Está certo de que as pessoas têm o direito de acesso aos produtos, mas vamos combinar que sair copiando também não é legal.
    Por outro lado, o consumidor se sente poderoso ao saber que pode desfilar por aí com uma peça que parece original. Vejam o caso das bolsas Louis Vuitton, só para citar uma das marcas mais copiadas.
    Mas será que vale a pena investir numa cópia? Com tanta produção de boa qualidade, com tantas peças artesanais exclusivas a preços acessíveis, porque não dar preferência a uma dessas?
    Quem tem olho clinico certamente distingue facilmente o joio do trigo.

     

    Post Relacionados

    E AFINAL O QUE É SER ELEGANTE?

    SUSTENTABILIDADE TAMBÉM TEM A VER COM ELEGÂNCIA






Mais vistos

QUANDO O CONVIDADO PAGA A SUA DESPESA NA FESTA
há 1 ano
HISTORIA DA ETIQUETA
há 3 anos
COMO SERVIR CAFÉ
há 2 anos